domingo, 30 de outubro de 2011

Toda vida

Te carreguei por toda a vida.
Agora, te solto, simplesmente.
Com dor e amargura, nem as lágrimas querem mais cair.
E por toda a minha vida a imagem fictícia de você, eu desisti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário